O Plano de Gerenciamento de resíduos (PGRS) é um documento técnico elaborada com o objetivo de identificar os resíduos gerados de acordo com seu tipo e volume, tornando possível a definição das melhores práticas para gestão, acondicionamento e destinação.

Através dele as empresas e atividade conseguem comprovar a capacidade de gerir de modo ambientalmente correto todos os resíduos. Além disso o PGRS também garante o controle do processo produtivodiminuindo a geração dos resíduos e evitando impacto ambiental negativo.

Qual a Importância do PGRS?

Redução de custos

   A implantação de um PGRS apresenta como uma das metas a redução dos resíduos gerados e desperdícios, dessa forma ajuda a diminuir os gastos que o local terá para realizar a destinação dos resíduos.

   Justamente com a diminuição dos custos, há também maneiras de gerar valor com os resíduos, através da correta destinação evitando a mistura de material com valor econômico com outros que não possuem valor comercial.

 Sob o mesmo ponto de vistas, é possível reduzir os custos do processo produtivo, pois é possível monitorar e identificar o desperdício de matéria prima, e consequentemente as falhas no processo.

Organização

Da mesma forma,  ao realizar o PGRS também são determinados os contentores ideais de acordo com o volume necessário. Assim como a melhor localização para cada um. Dessa maneira irá contribuir para a melhor organização, e evitar o descarte incorreto dos resíduos, ou que sejam deixados em local impróprio até serem levados às lixeiras corretas.

Otimização de espaços

De antemão a definição dos locais ideais para cada etapa do gerenciamento dos resíduos também contribuiu para a otimização dos espaços das empresas e condomínios. Alguns resíduos podem precisar ser armazenados por um tempo maior, por isso os locais de destino devem ser bem projetados e localizados, pois contribui com a liberação de espaço e organização da empresa.

Redução de riscos de acidentes

Ao mesmo tempo definir a maneira correta de gerenciar e manusear os resíduos através da elaboração do plano de gestão de resíduos sólidos contribui para a diminuição dos acidentes. Estes podem acontecer em diversas etapas, desde a separação dos resíduos, até o transporte interno e externo.

Do mesmo modo definir as rotas e horários de transporte dos resíduos, também contribuem para a diminuição de acidentes e aumento de produtividade.

Melhora da higiene

Elaborar o PGRS e aplicar as diretrizes auxilia na diminuição de vetores de doenças. Muitas vezes o resíduo é descartado em local incorreto e sob condições ambientais sem controle. Essas situações podem provocar odor desagradável, e também atrair animais e insetos que são vetores de doenças.
Como por exemplo mosquitos da dengue, ratos e barata.

Prevenção e controle de impactos ambientais

Além de ser uma exigência da legislação e do licenciamento ambiental no caso de alguns empreendimentos. Executar o Plano de Gerenciamento de Resíduos contribui no controle dos impactos ambientais causados pelos resíduos sólidos, e na prevenção e mitigação de possíveis impactos.

 Os resíduos podem impactar negativamente o meio ambiente, por exemplo a contaminar os corpos hídricos, o solo, destruir de paisagem e poluir os oceanos.

Aumento de visibilidade

De antemão quando uma empresa possui um PGRS e executa de maneira correta, a credibilidade da mesma para os clientes e parceiros aumenta. Pois se mostra uma empresa comprometida com o meio ambiente e a comunidade, além de apresentar organização e controle do processo.

A gestão de resíduos e desenvolvimento sustentável caminham juntos.

Quem precisa elaborar o PGRS?

Em suma A Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei nº 12.305/2010) determina que a elaboração e execução do PGRS é obrigatória para todos os geradores de resíduos. E é de responsabilidade dos mesmo o gerenciamento correto de seus resíduos.

5r Bolsa de Valores Condomínio construção civil Consultoria Ambiental Crime ambiental economia circular Educação Ambiental efluentes EIV ESG esgoto ESI Estudo de Impacto de Vizinhança Estudo Simplificado de Impacto EVI Floripa se liga na rede gestão de resíduos ibama Laudo de Ruído legislação Lei ambiental lençol freático Licenciamento Ambiental licença ambiental mata ciliar meio ambiente MTR nível do lençol onde descartar outorga PEV PGRS PGRSS potencial poluidor prazo preservação reciclagem Resíduos Serviços siout-sc Sistema de Esgoto Sustentabilidade teste de cor tratamento efluentes